5 dicas para ajudar quem você ama a criar uma boa rotina de estudos

Ter uma boa rotina de estudos é essencial para as crianças. Afinal, ela tem influência direta nos resultados e pode contribuir para melhorar o desenvolvimento dos pequenos.

Alguns pais podem ter dificuldade para estabelecê-la, especialmente em meio a tantos afazeres do dia a dia. Entretanto, é possível programar uma rotina de estudos adotando estratégias simples.

Listamos 5 dicas para ajudar você a criar uma rotina de estudos eficiente e adequada para os seus filhos. Aproveite!

1. Defina o momento ideal para estudar

Um dos passos mais importantes é definir o momento do dia em que os seus filhos vão estudar. Afinal, para que eles tenham um aproveitamento melhor dos conteúdos, é preciso haver constância. Por isso, agende pelo menos uma ou duas horas por dia para que eles se dediquem aos estudos.

Para definir o melhor período do dia, considere os horários das aulas e o perfil dos seus filhos. Algumas crianças preferem fazer os deveres de casa assim que as aulas terminam, mas outras precisam descansar primeiro.

Se os seus filhos têm aulas de manhã e ficam sonolentos, e menos ativos no início da tarde, pode ser mais interessante deixar os estudos para o fim da tarde ou o início da noite. Se eles estão matriculados no turno da tarde, veja se estão mais dispostos antes ou depois das aulas.

Nesse processo, também é indispensável conversar com as crianças, deixando que elas participem do planejamento. Assim, além de respeitar as preferências e particularidades delas, você as estimula a tomar as próprias decisões, contribui para desenvolverem o senso de responsabilidade pelo próprio aprendizado e faz com que se sintam motivadas por perceberem que a opinião delas é valorizada.

2. Escolha um local apropriado

Outro aspecto que precisa ser observado é o local onde os seus filhos vão estudar, porque o ambiente ao redor deles interfere na qualidade dos estudos. Por isso, escolha um espaço:

  • tranquilo;
  • bem organizado;
  • ventilado;
  • sem distrações;
  • com temperatura confortável;
  • equipado com todos os materiais necessários.

Ao garantir o conforto das crianças e a ausência de distrações, as chances delas ficarem inquietas e não conseguirem se concentrar diminuem. Dessa maneira, elas aprendem melhor e são mais produtivas.

Além disso, ter um espaço dedicado aos estudos ajuda a entender a importância deles e a encará-los como um dos hábitos indispensáveis no dia a dia. Se você parar para pensar, todas as atividades cotidianas essenciais acontecem em locais específicos e momentos determinados do dia. Então, por que não seguir a mesma lógica quando se trata do aprendizado?

Se não for possível ter um cômodo específico para essa finalidade, garanta que o local seja, pelo menos, silencioso e confortável, e tenha uma mesa com materiais de escritório. Deixe claro que os estudos sempre serão realizados no mesmo lugar e que o espaço foi pensado para isso.

3. Monte um cronograma

O cronograma permite que a criança visualize como vai ser o seu dia a dia e saiba o que ela deve fazer em cada momento. Sendo assim, liste todas as atividades diárias, as disciplinas que serão estudadas em cada dia, as atividades extraclasse e os respectivos horários.

Você pode incluir, até mesmo, as necessidades básicas, como dormir e se alimentar, e as horas livres para que elas vejam os períodos de descanso e lazer entre as obrigações. Isso é interessante para evitar que elas se sintam ansiosas e sobrecarregadas.

Esse plano pode ter vários formatos e ser criado em suporte físico ou digital. Você só precisa tomar o cuidado de colocá-lo em um lugar em que a criança possa visualizá-lo facilmente e garantir que todas as atividades estão listadas e organizadas de acordo com os horários em que devem ser realizadas.

Além disso, ao elaborar o cronograma, certifique-se de que todas as disciplinas serão estudadas ao longo da semana. Observe também as dificuldades e as aptidões dos seus filhos. Desse modo, é possível dedicar um tempo maior aos assuntos com os quais eles têm mais dificuldade.

4. Ofereça metodologias de estudo variadas

Essa atitude pode enriquecer o processo de aprendizado e fazer com que as crianças se sintam mais estimuladas a estudarem. Consequentemente, é possível que os seus filhos aprendam mais e melhor.

Além de usar livros e cadernos, permita que eles usem ferramentas digitais de aprendizagem. Você pode sugerir que eles assistam vídeos sobre os temas estudados, por exemplo. Diante de tantas possibilidades, também é uma boa ideia pedir aos professores dicas sobre plataformas de ensino e jogos educativos, entre outros recursos.

Incluir essas ferramentas na rotina pode tornar os estudos mais leves e estimulantes, possibilitar o aprendizado contextualizado e o desenvolvimento de diversas habilidades e competências relevantes. Então, eles podem ajudar os seus filhos a gostarem de estudar e terem mais vontade de aprender, além de colaborarem para a formação global deles.

5. Esteja presente quando for possível

Mesmo que você tenha uma rotina agitada, tente estar presente pelo menos uma ou duas vezes na semana no horário dos estudos. Nesse momento, sugerimos que você:

  • fique perto;
  • dê orientações quando notar que a criança está com dúvidas;
  • tenha atenção às dificuldades, identificando as disciplinas e os assuntos;
  • observe se o seu filho demonstra sinais de cansaço ou desinteresse;
  • confira as atividades quando estiverem prontas.

A partir do que você observar, a rotina de estudos pode ser alterada para garantir o bem-estar dos seus filhos e possibilitar que eles tenham um aproveitamento melhor.

Além disso, oferecer esse apoio aos seus filhos mostra não só que você valoriza os esforços deles e se importa com o aprendizado, mas também contribui para que eles se mantenham motivados. Essa é uma ótima oportunidade de estreitar os laços e aumentar a confiança entre vocês.

Após ajudar os seus filhos a criarem uma rotina de estudos eficaz, o passo seguinte é acompanhar o desenvolvimento deles. É importante verificar o que funciona, o que precisa ser melhorado e como eles estão evoluindo. Assim, você consegue saber se há algo que pode fazer para auxiliá-los a terem um desempenho escolar cada vez melhor.

Você sabe como a jornada educacional impacta o desempenho acadêmico dos seus filhos? Entenda lendo o nosso artigo!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.